Monday, 30 July 2007

A morte

Assassinato, suicídio, aborto, estupro.
Mutilação, estrangulamento.
Cristo de braços abertos chora na cruz
O demônio goza no inferno
Sangue de virgem deflorada pelo pai
Rosto de bebê estrangulado ao nascer
Meu nome é morte
Minhas vestes são tua pele
Meu alimento é teu ódio
Mares de sangue
O Apocalipse se aproxima
Ventre docemente aberto por um punhal de prata
Ossos transformados em lanças,
Perfuram teus órgãos Rosas cheiram medo
E teu perfume é a carniça
Teu corpo apodrece a cada segundo
E numa súplica eleva tuas mãos aos céus
E apenas vê os abutres a tua espera...

Saturday, 28 July 2007

Ausencia por tempo indeterminado...

desta vez e' mesmo a serio...
tbm tou sem tlmv..
totalmente incontactavel..mas pelo lado bom..
o dinheiro q ainda me sobra dos anos chega pra ir de bus ate setubal..
se calhar faço.t uma visinha mor..
tou msm farta desta vida..
se algo me faz sair de casa, vai ser a ultima vez que aqela merda q eu tenh em casa q s auto-intitula de familia me poe os olhos em cima..
juro por tudo q existe de mais sagrado no mundo que eu desapareco da face da terra!!!!!!!!!!!!
to.m a cagar pra tudo..
so qero saber de ti meu anjo..
carlos..
eu qero passar a minha vida ao teu lado..
esta semana s n conseguir acalmar as cenas e reaver pelo menos o meu tlmv, vais levar cmg ai!!
eu juro que saio de casa e nc mais volto..
:'(
bem..
ate um dia entao...
:'(
love you my darkness king..

Friday, 27 July 2007

Dark Butterfly

Asas negras como a escuridão da noite,
Bela como uma mórbida rosa,
Vivia entre lápides em um jardim obscuro.
A luz do luar só voltará a brilhar qndo a predestinada alma liberta-lá...

Hoje suas asas quebradas já não pode voar,
Seus pesadelos já não a deixam sonhar,
Suas lembranças fazem com que a sua esperança fique cada dia mais viva.
Ficou a eternidade á spera daquela alma

Para tirar sua dor melancolica
Em seus ultimos suspiros
O que seus olhos não viram
Seu coração sentiu a presença da divina alma.

A luz do luar voltou a brilhar naquele lugar!!
Onde há luz do luar sempre havera uma'borboleta há vagar...!¡


I'm your butterfly...
Forever..
(L)
es o meu porto seguro carlos..

Thursday, 26 July 2007

Quero morrer possa..

Eu trato da felicidade de tanta gente..
Tento fazer brotar um sorriso dos labios de todos os que conheço..
Preocupo-me com a felicidade de todas as pessoas q gosto (inclusive qd gsto msm d algm, a felicidade dessa pessoa ta a cima de tudo pra mim.. msm q nao seja cmg...)

As outras pessoas são sempre mais importantes que eu..
Tento tratar de todos..
Tento fazer todos felizes...

Mas e de mim?
Qem trata?
Qem me ajuda?
Qem não me destroi..?

Cansei de ser boazinha..
Fdz...
Apartir de hoje, se alguem qiser algo, que se desemerde...
To farta de ser o anjo da guarda de todos e cntinuar na merda..

Sou tao parva..
Fdz..
Pq raio e' q qd gsto de um rapaz, tenh smp d o meter a namorar com a ex??
P raio e' q primeiro lugar tem de ser a felicidade dele, o sorriso dele em vez do meu??

Esta' decidido...
Vou matar.m pra algm lado.......
hasta...
omg.. just kill me..

Tuesday, 24 July 2007

O que é o satanismo?

O Satanismo pode ser considerado uma filosofia de vida. Se o despir dos seus simbolismos, rituais, celebrações e dogmas, terá um conjunto de "bases" que acima de tudo exaltam o "deus" que existe dentro de cada um de nós, sejamos Satanistas ou não.

Para o Satanista, deus, o diabo, anjos e santos não passam de fragmentos da personalidade de cada um. Quando alguém exterioriza esse "deus" ou "diabo" o que está a fazer é deixar a sua majestade natural de lado para adorar ideias que não são suas, e de maneira indirecta adorar a pessoa que criou essas ideias. Ou seja, o Satanismo não é a adoração do diabo ou uma versão oposta ao Cristianismo, mas sim a exaltação do "Eu". A fuga de padrões pré-estabelecidos para a criação dos seus próprios padrões, criados por si para si: numa palavra, individualismo. É este um dos principais motivos de ataques à religião organizada, mais representada em Portugal pelo Cristianismo.

O Satanismo não se encontra em posição antagónica à cristã por constituir adoração ao seu eterno adversário, mas porque o Satanismo representa liberdade filosófica e espiritual, individualismo e criatividade, enquanto que o Cristianismo prega obediência a um deus omnipotente e ao seu filho carnal que veio à Terra, sem que os seus seguidores possam sequer questionar ou argumentar contra as causas e motivos dessa obediência. O Cristianismo é em essência a negação da verdade do Homem.

O Satanismo opõe-se a qualquer adoração a um deus ou uma divindade exterior. Esta oposição estende-se a crenças onde se adora um deus pai e uma deusa mãe; um deus pelo qual se pode cometer crimes, terrorismo, massacres e fazer guerras santas; ou qualquer outra crença (a imaginação humana criou centenas de mitos e deuses) em que se deixe de parte o Humanismo e se criem alvos de adoração divina. No Satanismo cada ser vivo é o seu próprio deus e governante, cada um é responsável pelos seus actos e o seu modo de ser. Cada um é o seu próprio sacerdote, salvador e deus.

Aprendi....

Que "amores eternos" podem acabar em 1 noite;
Que grandes amigos podem se tornar ferrenhos inimigos;
Que o amor, sozinho, nao tem a vitalidade que imaginei;
Que ouvir aos outros pode ser o melhor remedio e o pior veneno;
Que a gente nunca conhece uma pessoa de verdade, afinal gastamos uma vida inteira para conhecer a nos mesmos;
Que confianca nao significa luxo, e sim sobrevivencia
Que os poucos amigos que te apoiam na queda, sao muito mais fortes do que os muitos que os que te empurram;
Que o "nunca mais" nunca se cumpre;
Que o "para sempre" sempre acaba;
Que minha familia com suas 1000 diferencas estao sempre aqui quando eu preciso;
Que ainda nao inventaram nada melhor do que colo de mae e ;
Que vou sempre me surpreender, seja com os outros ou comigo;
Que vou cair e levantar milhoes devezes......e ainda nao vou ter aprendido tudo...


Friday, 20 July 2007

Morrer..

Eu fico aqui perdida
Vendo morrer meus sonhos
Assistindo serem vencidos os meus desejos
Sentindo a dor de nada ter
Falecendo por dentro sem nada saber
Sentindo ainda na boca o teu gosto
E no corpo a dor da tua falta
Rompeu-se a esperança
Partiu-se a segurança
E ficou esta dor maldita que me estraçalha o peito
Corro, me escondo, mas não tem jeito
Ela não vai embora
E quando finge desaparecimento
Não fica sumida por muito tempo
Assim que penso estar feliz
Me alveja com sua ira
Queima meus olhos e de mim faz pó
OH! Morte amiga me livra deste infortúnio
Me tira esta angústia
Me feche os olhos e descanse o peito
Para que enfim
Possa morrer
Por balas de festim

Sunday, 15 July 2007

Anjo sem asas


Sinto o seu sorriso, ele alegra-me, fascina-me
Teu coração é puro, e o teu olhar, lindo
Conquistas-me, admiro as tuas palavras
Quando escuto a tua voz, fico em delírio

Jeito meigo, jeito único
assim me conquistas,
As vezes paro, e admiro
as tuas qualidades sempre muito lindas.

Será que um dia nós iremos nos encontrar?
Distância impede a nossa união
realização de atitudes,
das promessas ainda não cumpridas,

Quem sabe um dia nos veremos?
Sem ser nos meus sonhos?
Sem ser nos pensamentos?
Sem ser na minha alma inconstante?

Esperanças nunca acabam, distância não interessa
meu coração bate, por um sentimento sincero
Minha certeza é que eu amo, esse doce rapaz
que cativa os meus sonhos, com seu lindo sorriso.

By: Fábio Gois




"O que hei eu de fazer se não consigo fazer cm q me sejas indiferente?
Não sais da minha cabeça..
Muito menos do meu coração...
Mas ao mesmo q gosto de ti, odeio-te tambem..
Não sei o que fazer..
Quero esconder-me..
Quero morrer.."

Monday, 9 July 2007

Poeta Solitário

Coração guardado em um quarto escuro e lacrado
Pensamentos e sentimentos jogados para fora de um corpo em lágrimas
Paredes que mostram marcas de uma mente perturbada
O sangue decora e reflete a vida de um sonhador fracassado

Mentiras, ilusões, mundo de inúmeras histórias de decepções
Cabeça de sonhador fizeram a diferença nos olhos do domador
Contos, poemas de dor, escritas de ódio no coração dos admiradores
Uma vida cercada de terror, uma vida atormentada por seu maior amor

Um verdadeiro doente, uma alma em conflito com seus pensamentos
Sem razão para viver, a mente descansa ao ver a rosa morrer
No seu coração do sonhador os sonhos são o caminho para a sinceridade
diferente de um perdedor que faz do sonho um caminho para a felicidade

Corpo marcado, histórias de dor estão tatuados
Runas, passado, agora só resta um livro de lágrimas
O livro do poeta solitário recebeu mais um recado,
"O fim está próximo, e com elas, o fim das páginas de mágoas"

"As palavras sempre são a maior companhia de um poeta solitário"

Sunday, 8 July 2007

Na escuridão da noite
Tempestade cai la fora
Dentro de mim
Solidão vem e me apavora
ruidos e xiados
O que estou a ouvir?
Estou confusa!
Sozinha, nessa vida injusta
Que pode acabar a qualquer hora
Ser emagado como uma podre amora
Sem sono, os medos veem
A persistência já se foi,
A coragem me abandonou
O ódio persiste
Estou procurando então
Pesadelos que não se vão
O jogo do inferno
A tristeza que me entrego
Vença-me,
estou lhe esperando
A cada dia mais anciosa
Entrega-me
Tua alma que és tão preciosa!