Tuesday, 16 December 2008

Epa, expliquem-me porque raios é que quando meto alguem na cabeça demoro meses a esquecer? E porque raios é que essas pessoas são impossíveis??? Man, eu so quero deixar de sentir o que sinto agora! Eu so quero poder esquecer! Uma oportunidade pro meu coração... É tudo o que peço... Por favor????

Eu já nem quero para ser feliz... Só peço para deixar de sofrer :(

Sunday, 14 December 2008

Perdi? Não sei... Não posso perder o que nunca tive...

Monday, 8 December 2008

e se eu pudesse mudar o mundo? fazer tudo de maneira diferente, construir cada bocadinho duma maneira minha, única... e se tudo fosse indestrutivel? e se cada um de nós pudesse viver no seu sonho? e ser feliz a sua maneira? e se o mundo fosse diferente? se milhões de pessoas não morressem de fome diariamente? e se não existissem doenças? e se todos pudéssemos acordar de manhã, abrir a janela do quarto, olhar lá pra fora, sorrir e ver que afinal vale a pena viver, que afinal o sol voltou a raiar, que hoje seria só mais um dia em que podíamos ser felizes como tantos outros que estariam por vir? e se eu talvez deixasse de sonhar com o impossível e deitasse mãos à realidade e fizesse algo para a mudar? mas e se essa realidade não puder ser alterada? e se estivermos presos nessa monotonia diária? e se eu deixar de escrever porcaria e limitar-me a minha insignificancia? era uma coisa boa que fazia não acham?

x.x

deixei que voltasses, mas isso não significa que te tenha perdoado. lembra-te do que te disse... rancor e vingança são nomes muito próximos do meu. cuidado.

Saturday, 29 November 2008

Nunca te vou perdoar.

Hoje tu e o teu amor foram para longe.

Para nunca mais voltar.

Adeus e até nunca mais.

Monday, 24 November 2008

E se eu fechar os olhos e adormecer para sempre? E se eu esquecer tudo o que já vivi? E se pudesse começar tudo de novo? E se... Mas e se ...? E se depois ...? Talvez se... Ou então se... Se calhar chego lá... Acho eu talvez... Quem sabe? Estes ses são simples mistérios que ninguém sabe... Coisinhas pequeninas embrulhadas pelo destino e postas de baixo da árvore de natal nesta infeliz época do ano que me corre SEMPRE tudo mal... E se eu desaparecer de vez e nunca mais ninguém souber de mim? Faz algum mal? E se eu fazer com que alguém desapareça? Será que também faz mal? Não faço ideia... Mas também tenho mais coisas com que me preocupar. Já tenho letras para compor para a a banda (Alma Púrpura), tenho a escola (uma merda... eu caguei completamente para aquilo desde o momento que meti lá os pés este ano). Ooops... Afinal não tenho assim grande coisa com que me preocupar. O pessoal já é grandinho... Todos já sabem cuidar de si. E se não sabem, deviam saber. Não me pagam para ensinar nada a ninguém, portanto, desemerdem-se.

Alguma crítica ou sugestão? Guarda-a para ti. Não me interessa.

Friday, 21 November 2008

ps. Referi que deste cabo do pouco que restava de mim? Se não, ficas a saber..!!
Pum Pum you're dead!

Ya ya... Por este andar não deve faltar muito...

Enfim... Bem... Ando sem vontade nenhuma para nada.... Muito menos para escrever... Mas enfim... Hoje vou tentar deixar aqui qualquer coisa decente... Ou então não :x baaahh... Cá vai...

Para que serve um isqueiro e 3 € na carteira? Para comprar e fumar um maço de tabaco ~.~ piadinha seca hum? Coise... Deixemo-nos de tretas e passemos ao que interessa....


A PUTA DA VIDA É UMA BOSTA PEGADA MAS QUE NÃO PODEMOS FAZER NADA A NÃO SER ACEITAR ESTA MERDA TODA E VIVER ATÉ AO DIA QUE NÃO VAMOS PRECISAR ABRIR OS OLHOS PARA O MUNDO NUNCA MAIS!!!!!!!!!!!!!!!

Bolas.... Não digo coisa com coisa --'

Pronto Abs.... Já chega.... Deixa-me lá concentrar...............

Here i go.... .... ....

Amei-te com toda a força que o meu coração conseguia aguentar... Esqueci-me de viver por ti... Esqueci-me do mundo... Voltei tudo ao contrario... Pensei em desistir tantas e tantas vezes... Mas sempre recuei no momento decisivo... Porque era em ti que pensava todas as vezes, era por ti que respirava... Era em função do teu bem estar... Construí sonhos, lutei por eles antes... Tudo por ti... Mas passou o tempo... E para ti tudo mudou... A nossa história ficou, para ti, no passado... Esquecido em memórias longínquas... Mas para mim o nosso passado continua o meu presente... Ainda penso em ti... Ainda respiro por ti... Sendo tu a pessoa que me faz viver como seria eu capaz de te esquecer? Como seria capaz de ocupar o teu lugar com outro da mesma maneira que fizeste? Disse-te tantas coisas nestes últimos dias que não deveria ter dito... Magoei-te vezes sem conta.... Peço desculpa... Mas não sei se não terá sido melhor para nós... Não sei se me afastar de ti completamente será a solução... Não sei nada... Não sei quem sou sem ti.... Não sei viver sem o teu carinho... Não sei sorrir sem ouvir a tua voz... Não sei acordar e não sentir o teu toque... Neste momento só sei o quanto dói ter-te afastado desta maneira... Só sei o quanto custa não voltar a falar contigo... Só sei o quão amargo será o gosto da realidade sem a tua presença... As lágrimas que correm pela minha face agora têm a mesma textura do que as que correram a meses atrás... Doem porque caem e caem porque doem... São só mais uma parte de mim que vai e não volta por tua causa... Por ti...

São apenas mais alguns sonhos que o tempo levou... É apenas mais um bocadinho de esperança que ficou presa a ti... Talvez assim seja melhor... Talvez assim consiga voltar a viver em paz... Talvez agora consiga ser feliz... Mas com tantos "talvez", "ses" e "porques", nada me parece certo... Talvez fique por aqui... Talvez desista de uma vez... Ou talvez espere até ao momento certo para começar de novo... Voltar a petrificar a parte que faz de mim fraca ou então entrega-la a alguém... Só o tempo dirá o que tenho de fazer... Só o tempo fará com que as feridas fechem... Só o tempo poderá libertar-me... E no fim disto tudo só consigo ter a certeza de uma coisa....

"Eu só sei que nada sei..."

Não gostaram do post? Azar ^^ Este espaço é meu... Não foi feito para agradar toda a gente! E quem não gosta, mete a borda do prato ^^

Thursday, 20 November 2008

Abre os olhos suavemente... Olha o que tens a tua volta... Dá valor ao que te rodeia... E vive cada momento como se fosse o ultimo...

"Porque embora quem quase morre ainda vive, quem quase vive já morreu..."

ACORDA QUE JÁ SÃO HORAS!!!!! Mais um dia irritante e nojento... Alguém quer vive-lo por mim????

Siiiiimmmm???? E se eu pedir por favor???? Não?!? Ninguém??!?! Bolas... ... ...

Sunday, 9 November 2008

Sinto falta da minha princesa... Aquela que a tanto tempo atrás conquistou-me como mais nenhuma outra mulher conseguiu... Aquela mulher presa num corpo de menina... Aquela que jamais esquecerei... Aquela que ficou marcada principalmente pela dor que me causou... Porque apesar do amor e o ódio serem sentimentos distintos, a distancia entre os mesmo é muito curta... O post de hoje é só para te lembrar do quanto gostei de ti! Da maneira como entreguei o meu coração a ti minha pequena princesa... E da maneira como te odiei até agora... Não volto atrás com nenhuma das minhas palavras nem acções... Só espero que ainda te doa como me doeu na altura... Sim, porque agora só fazes parte dum passado que ficará guardado para sempre dentro de mim...



.....




post de merda... pus-me a pensar nisto a pouco e apeteceu-me postar... bah...

Friday, 31 October 2008

"Boys and girls of every age
Wouldn't you like to see something strange?

Come with us and you will see
This, our town of Halloween

This is Halloween, this is Halloween
Pumpkins scream in the dead of night

This is Halloween, everybody make a scene
Trick or treat till the neighbors gonna die of fright
It's our town, everybody scream
In this town of Halloween"

Happy halloween ^^

Wednesday, 29 October 2008

O som da chuva a cair lá fora fascina-me... Cada gota que bate no estore traz-me recordações, memórias que a muito pensava ter esquecido... Tantos momentos amargos passei com a chuva como banda sonora... Tanta alegria e tantos sorrisos a chuva assistiu vindos de mim... Lágrimas camufladas pelas gotas vindas do céu rolaram pela minha face enquanto corria até mais não poder debaixo da chuva... Tanto já me ri e tanto ainda me rirei! A vida não acaba hoje, tal como não acabou ontem... Ainda há tanto pela frente... Ainda tenho tanto que descobrir! Primeiramente, eu! Preciso de descobrir o que vai cá dentro, porque ainda não cheguei lá... Preciso de mais tempo para mim, para conhecer-me, para aprender a viver comigo mesma... A seguir, conhecerei o mundo... As estrelas... O mar! O céu!! Sim, porque só o céu será o limite... Mas garanto, nunca, por nunca esquecer-me-ei do som da chuva a bater nos estores do meu quarto. nesta fria (talvez a palavra certa seja POLAR!) noite de outono, a fazer-me sonhar com o amanhã! A fazer sonhar-me com o dia que tudo mudará... Com o dia que serei feliz...

ps. torci a patinha debaixo... estarei limitada a isto... lol... e o cerebro também já não funciona a 100% LOL q desgraça...

Monday, 27 October 2008

O Meu Destino

O Meu Destino

Vivo de inquietações…
De sombrios desejos…
As minhas ambições,
andam traduzidas
nos rúbidos lampejos,
dos meus olhos em fogo!

Não cedem à agonia do meu rogo…
Andam fugindo ao meu destino.
Nem sentem os meus nervos estalar!
E os meus braços desgarrados
procuram em desatino –
sem nada encontrar!

Rasgo nas mãos doloridas,
escorrendo de luar,
as sombras espavoridas
que me ensombram o olhar!

Anda a loucura a desgrenhar-me –
o corpo e o pensamento…
As minhas horas, vão escurecendo
no destrambelho dos meus cuidados…
E eu vou andando
vagarosamente
os olhos roxos de sombra,
amargurados
demandando
tristemente,
o caminho,
do negro labirinto,
onde se perdem
os alucinados!

Sol Posto - Julho 1922"

Por Judith Teixeira

Saturday, 25 October 2008

Teus olhos azuis tomaram conta de mim, tua maneira de ser foi-me conquistando aos poucos até fazeres definitivamente parte de mim. Mais um má escolha? Não sei... Os teus olhos tudo valem, tudo o que puder dar, tudo o que conseguir, até tudo o que não puder, tentarei até mais não poder... Quero-te. Sim quero-te! Preciso gritar para os 7 ventos? Gritarei até ficar sem voz! Será preciso amanhecer um e outro dia até que te possa ter? Viverei e consegui-lo-ei! Um objectivo? Talvez, apenas quero ser feliz! Quero viver... Quero ser eu mesma! Mas ao teu lado. Mas nunca te esqueças, eu estou aqui, a tua espera, mas não vou esperar eternamente! Um dia, quando te deres conta, poderá ser tarde demais! ^^

Recado dado, Adeus..

(de notar que é quase uma da manhã e eu acordei as 6h20 pra ir pra puta da escola... não exijam muito de mim... sou uma alma perturbada... LOL)

Wednesday, 22 October 2008

O post de hoje é dedicado à ti! Sim, porque és tu quem me aturas, és tu quem estás ai, és tu que me chateias mais que tudo, és tu que me fazes sorrir quando so me apetece chorar... És tu quem me acorda quando adormeço nas aulas, és tu quem me fazes ser quem sou e a cima de tudo aceitas-me como sou (:

Embora muitas vezes me faças passar dos carretos contigo, epa eu amo-te melhor amiga (:

Foto tirada num momento de atrofio na paragem dos autocarros da expo x)

ps. os momentos contigo são únicos ^^
The unrequited dream,
The song that no one sings,
The unattainable...

Tuesday, 21 October 2008

So if you love me let me go
And run away before I know
My heart is just too dark to care
I cant destroy what isn't there
Deliver me into my fate
If I'm alone I cannot hate
I don't deserve to have you
My smile was taken long ago
If I can change I hope I never know
If you still care don't let me know...

Thursday, 16 October 2008

''Ainda pior que a convicção do não e a incerteza do talvez é a desilusão de um quase.É o quase que me incomoda, que me entristece, que me mata trazendo tudo que poderia ter sido e não foi. Quem quase ganhou ainda joga, quem quase passou ainda estuda, quem quase morreu está vivo, quem quase amou não
amou. Basta pensar nas oportunidades que escaparam pelos dedos, nas chances que se perdem por medo, nas idéias que nunca sairão do papel por essa maldita mania de viver no outono.
Pergunto-me, às vezes, o que nos leva a escolher uma vida morna; ou melhor não me pergunto, contesto. A resposta eu sei de cor, está estampada na distância e frieza dos sorrisos, na frouxidão dos abraços,na indiferença dos "Bom dia", quase que sussurrados. Sobra covardia e falta coragem até pra ser feliz. A paixão queima, o amor enlouquece, o desejo trai. Talvez esses
fossem bons motivos para decidir entre a alegria e a dor, sentir o nada, mas não são. Se a virtude estivesse mesmo no meio termo, o mar não teria ondas, os dias seriam nublados e o arco-íris em tons de cinza. O nada não ilumina, não inspira, não aflige nem acalma, apenas amplia o vazio que cada um traz dentro de si.Não é que fé mova montanhas, nem que todas as estrelas estejam ao alcance, para as coisas que não podem ser mudadas resta-nos somente paciência porém, preferir a derrota prévia à dúvida da vitória é desperdiçar a oportunidade de merecer. Para os erros há perdão; para os fracassos, chance; para os amores impossíveis, tempo.De nada adianta cercar um coração vazio ou economizar alma. Um romance cujo fim é instantâneo ou indolor não é romance. Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo impeça de tentar. Desconfie do destino e
acredite em você. Gaste mais horas realizando que sonhando,fazendo que planejando, vivendo que esperando porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu.''

Luís Fernando Veríssimo

Wednesday, 15 October 2008


Quero saber se existe ai alguém capaz de preencher o vazio que cresce a cada dia dentro de mim... Quero saber se algum dia serei tão feliz como outrora fui... Quero saber como é viver novamente... Não apenas perambular por ai... E sonhar? Ah... Isso ainda sei fazer... Sei fechar os olhos e imaginar um mundo diferente... Sei fingir que acredito na esperança de que um dia tudo isto irá mudar... Mas já não sei o que é fingir que não sei sentir... Que consigo não pensar em como teria sido "se...". E esses "ses" que tanto magoam... Que atormentam dia após dia... Noite após noite... E depois do sonho com tantos "ses" e "porquês" é hora do despertar... É hora de encarar a realidade... Esta puta de vida é sempre a mesma merda que já até mete nojo... Uma vez mais preciso de espaço... Preciso de respirar... Sinto-me a sufocar por todos... Quando deito a cabeça na almofada espero pela noite tranquila que nunca chega... Voltas e mais voltas na cama... De olhos fechados a fingir que durmo... A pensar que sonho... A imaginar como seria tudo "se"... Se eu te amasse... Se tu me amasses... Se te tivesse conhecido mais cedo... Se nunca te tivesse visto ou falado... Se te conseguisse tocar... Se estivesses aqui... Se eu pudesse... Se eu tivesse... Se tu quisesses... Se e mais se... O mais intrigante no meio de tanta merda é o SE EU NÃO FOSSE TÃO ESTUPIDA? --' Eis uma pergunta que me vai acompanhar por toda a vida, porque por mais que queira não consigo deixar de não pensar, não viver, não sonhar, não chorar.... AAAAAHHHHHH só me apetece mandar tudo e todos c'o caralho e fugir desta merda toda..... ....... ........ ..........

Sim... Este foi o pior texto de toda a minha vida.... Mas e se eu não tivesse na merda que estou? Será que isto tinha saído de outra maneira??? Será que eu estaria feliz???????

Esta cena de falta de inspiração e paxorra pra escrever está a dar cabo de mim..... Vou arrebentar duma vez... Não aguento... Não quero aguentar... Fartei-me... Só quero fugir para um lugar em que possa estar em paz...

E SOZINHA!!!!!

Sim, sozinha... Só queira poder ter paz... Uma vez que amar e ser feliz não está nos meus planos... EU SO QUERO PAZ!!!!!

E enquanto escrevo este monte de porcaria junta e sem sentido as lágrimas vão caindo... Rolando pela minha face... Sem que as consiga parar... Mas e se...? Não porra... Chega de "e ses.."... Vou é dormir a ver se isto passa-me... E se não passar... Bem.... Até um dia.... Acho eu....

Monday, 13 October 2008

News..

Allô pessoal... Pesso desculpa pelo desaparecimento mas ando sem paxorra nenhuma... Só passei mesmo pra dar as novidades...

Sou oficialmente uma Alma Púrpura ^^. Integro agora o projecto com a voz e quem sabe mais tarde com composições no piano!

http://www.almapurpura.com/

Tuesday, 30 September 2008

Reviver o passado nem sempre é bom... Mas ajuda-nos a dar valor ao que temos uma vez que damo-nos conta de que o que tínhamos já se foi com o tempo...

E já lá vão quase dois anos...

Wednesday, 24 September 2008









Serei eternamente a amiga de todos os momentos...
A ouvinte perfeita...
E nunca passarei disso...
Não peço mais...
Mas custa...
Custa tanto...

Tuesday, 23 September 2008


SEM PACIÊNCIA!

SEM INSPIRAÇÃO!

SEM VONTADE!



Por detrás da tua cara bonita esconde-se a pior podridão que alguma vez vi... Os teus olhos enfeitiçam com apenas um relance e cegam com apenas um cruzar de olhares... A tua aparente ingenuidade conquista qualquer coração maltratado pelo tempo e massacrado pela dor... Mas depois depois de conseguires o que queres, deslaçaras a esperanças de quem já não te-é necessário. Apenas por um capricho atiras tudo a perder. Acabas com sonhos e expectativas.

Se o tempo recuasse e eu continuasse a saber de ti o que sei hoje, talvez a tua sorte e a minha seriam diferentes. Talvez esse teu rosto bonito não se instalaria de uma forma tão aniquilante em mim como o fez agora. Talvez isto não fosse assim. Talvez pudesse mostrar-te um pouco do ser insensível e áspero que me tornei enquanto não fui cega por ti, enquanto não cai na tentação do amor, enquanto não vivi por ti!!!!

Neste momento, sou como tu! Um cadáver que vagueia por ai! Um monte de carne podre sem sentido, sem rumo, sem destino. Mas jamais desistirei. Jamais voltarei atrás e JAMAIS abrirei mão do melhor de mim, de mim mesma, do meu ser, do meu eu!

Porque acima de ti, dele, dela e de todos, estou eu. Eu e só eu! Agora que aprendi isso, o mundo pagar-me-á caro por tudo até hoje.

Por tudo, por todos, e por ninguém!

Thursday, 18 September 2008


Um grão de areia..

Numa noite de lua cheia, o caminhar na praia fez-me lembrar dos momentos que ali passei... Gargalhadas sinceras, lágrimas amargas, desejos esquecidos, promessas quebradas, todo o meu passado fez-se lembrar naquele instante. Com as sensações à flor da pele a calmaria do mar aconchegava-me no rebentar das ondas e a brisa da noite afastou de mim toda a agonia deixada pelas lembranças que guardava na memória... Apenas uma rajada de vento mais forte fez levantar o que foi preciso para fazer-me escapar uma lágrima...

Depois de tudo o que me lembrei, de tudo que voltei a sentir, a única coisa que me tirou uma lágrima foi aquele pequeno grão de areia que me entrou para os olhos... O pequeno grãozinho foi o primeiro passou para as muitas que rolaram a seguir por si só...

Foi só o pequeno grão que me fez sentir as saudades que realmente tinha do tempo que já lá vai... E digamos que foi ele que me fez despertar e perceber que tudo o que se passou foi como um grão de areia nos olhos... A vida em si é como os nossos olhos... Por vezes entram-nos um grão de areia para os olhos, faz-nos chorar, incomoda-nos, magoa-nos mas acaba sempre por sair...




E pronto... Isto foi um momento de inspiração na aula de Português... Lá o prof pediu-nos uma composição sobre um tema aparentemente sem nada que se lhe dissesse sobre... Um grão de areia... E saiu-me isto...

ps. o meu prof deve passar por cá para ver o blog LOL espero que goste..

Tuesday, 16 September 2008


De volta à monotonia de mais um ano lectivo as forçam faltam-me repentinamente. Tenho vontade de voltar atrás, alterar o passado, mudar coisas, fazer coisas. Depois de tanto que se passou, o olhar para trás traz-me saudades do que tive e deixei ir, do que não tive mas desejei ter, do que pensei ter e afinal não tinha. Até do que nunca tive nem ansiei ter.

São apenas saudades.

Saudades do tempo que era feliz e não tinha a noção disso. Do tempo que não ia a escola. Do tempo que não conhecia o mundo cá fora. Da ingenuidade que perdi depois de alguns anos por estas bandas. No caos deste mundo maluco de pernas para o ar.

Por entre gritos e suspiros, abraços e sorrisos, cada lágrima que cai faz lembrar o passado que ficou para trás, o mundo que criei em pequenina, o mundo em que vivi até hoje.


É hora de acordar.
É hora de cuidar de mim.
É hora de viver intensamente.
Enfim...
É hora de acordar...


"... Acorda que já tocou o despertador ...
... São 6h da manhã ...
... Levanta-te senão perdes o auto-carro..."


Mais um estranho, chato, estúpido e maçante dia de escola... BAHHH ainda ontem começaram as aulas e eu já me fartei de tudo... Colegas, professores, escola...

TUDOOOOOOO...


Monday, 15 September 2008




Quando te foste, levaste algo de mim...
Algo que não te pertencia...
Algo que era só meu...
...

Thursday, 11 September 2008

Slipping amongst the shadows, flitting between dark places, always quiet. Hoping for the end of this miserable life..

...

A vida corre-me bem.. Mas sinto-me triste.. Perdida.. Falta-me algo.. Só ainda não descobri o que..

Thursday, 4 September 2008

Dentro da próxima semana este cartaz já estará nas ruas de Lisboa!
:)


Grupo Call Of Dark

Tuesday, 2 September 2008

Quero um amor para toda a vida..
Um amor que me faça sorrir e chorar..
Que me leve ao céu e que me faça voltar a terra..
Que me ensine a amar..
Que me faça sentir realizada..
Que me complete..
Que me proteja..
Um amor que me faça sentir feliz..
Um amor que me ensine a viver..

Quero apenas um sonho..
Um sonho que não passa disso mesmo, de um simples sonho..
Do qual mais cedo ou mais tarde vou acordar..

Saturday, 30 August 2008

Desiludida, magoada e triste com a vida...

Friday, 22 August 2008

"Todo o imperativo de amar é puro masoquismo. De ser amado, mero sadismo."

Fernanda Young

Estou a escrever e dou-me conta que as palavras que deixo no papel acompanham a minha dor deixando também um enorme borrão a meio da página. As lágrimas escorrem sem que as consiga controlar. Borram as letras. Destroem os sentimentos. Sufocam lentamente e matam sem que dê por isso. Aos poucos sinto que um vez mais voltarei a cair e que dentro em breve voltarei a levantar-me sozinha. A morte é para os fracos. A vida é para os loucos. Prefiro ser louca e continuar a sentir e respirar que se fraca e acabar com tudo de uma vez. Mais um suspiro escapa-me e faz-me pensar novamente em ti. O meu coração bate uma e outra vez com a mesma intensidade de sonho. Com a mesma intensidade que bate quando penso ou falo contigo. Adormeco por entre lágrimas e soluços. Volto a sonhar. Mas por favor. Desta vez não, não me acordem. Quero viver neste mundo, neste sonho, com este príncipe, contigo.

Por favor, não me acordem..

Já sentia-te tão perto.. Já era como se te pudesse tocar.. Mas como habitual ficou tudo pelo ficar.. Os sonhos abandonaram-nos novamente.. Não merecíamos isto.. Não, não, não.. Sinto-me oca.. Não me interessa nada mais..

Por debaixo duma carapaça que poucos sabem existir os problemas de saúde alastram-se e a capacidade de raciocínio diminui.. Sinto que aos poucos vou cedendo a este ritmo exorbitante.. Não quero continuar mais.. O que é uma úlcera comparado com tudo que já passamos até hoje?

Mas eu não desisto.. Vou continuar.. E sim, alcançar-te-ei.. Aconteça o que acontecer..

Wednesday, 20 August 2008


Se tivesses a hipótese de encontrar o teu verdadeiro amor num lugar longe de onde estás, longe da tua vida, enfrentarias tudo por essa hipótese? Deixarias a tua vida para trás, família, amigos, conhecidos, trabalho, faculdade, TUDO por uma rapariga/rapaz? E se quisessem fazê-lo por ti? O que farias?

Não consigo deixar de mostrar o quanto a tua decisão faz-me feliz! Tu fazes-me feliz! Obrigado por apareceres na minha vida! Obrigado por seres quem és!

Obrigado Chris... Meu anjo...

Monday, 18 August 2008

?


Vejo-me deitada na cama, todos correm a minha volta e nada consigo fazer. Grito e ninguém me ouve. O que posso fazer? Não consigo mexer-me na cama! Oiço gritos estridentes.. Todos choram a minha beira. Que faço? OIÇAM-ME! Estou aqui! Calma.. Estou bem.. Por favor não chorem mais! Oiço a ambulância chegar, mas o que se passa?? Estou bem, estou de pé, consigo andar, ouvir, sentir, chorar.. Vejo as luzes azuis e vermelhas a rodarem enquanto levam-me deitada para dentro da ambulância.. Vejo os paramédicos e reanimarem-me e o meu corpo sem resposta continua imóvel. Continuo sem perceber.. Ainda oiço os gritos do meu irmão e sinto as lágrimas da minha mãe a caírem sobre a minha face.. Quero despertar mas não sou capaz! Por favor acordem-me.. Sinto um enorme desconforto por causar tanta dor e sofrimento! Sinto-me inútil e incapaz de ver as pessoas que amo a sofrerem assim.. Só queria mais uma chance para poder voltar atrás neste trágico dia 19/01/07..

Acordo de repente sem saber onde estou.. O que faço aqui.. Dou conta que estou no hospital.. Sim, tive a minha chance..

Saturday, 16 August 2008

Sonho


O céu amanheceu vermelho e nuvens negras cobriam grande parte da atmosfera formando grandes tempestades. Campos foram arrasados e florestas esmagadas. Os arranha-céus das cidades do mundo destruídos completamente. Não sobrava um. A força dos ventos dos 4 pontos cardeais agitavam e devastavam tudo o que encontravam pelo seu caminho. O mar subiu à terra e levou consigo tudo que estava por onde passava. No interior dos continentes, onde o mar não chegava, abriram-se valas sem fundo onde cidades inteiras e paisagens foram engolidas. Labaredas grotescas consumiam tudo o que alcançassem. A devastação do mundo era certa e já faltava pouco. Os 4 elementos uniram forças e lutaram juntos para a destruição do mal que "quase" destruiu o mundo que até ao momento era divido por ambos, a Terra. O fim estava próximo, o dia do Apocalipse chegara.



(um texto para ser desenvolvido um dia mais tarde quando inspiração e imaginação não estiverem em falta como é o caso..)

Friday, 1 August 2008

O vampiro



Numa noite de inverno vagueava pelas ruas escuras da cidade iluminadas com a luz da lua. a bela dama de corpete e saia longa, pele branca e olhos transparentes dotados de uma inocência rara.

Algures perto dali um vampiro, sentiu seu cheiro, o cheiro da essência da vida a correr as veias da bela jovem, o seu sangue morto ansiava pela virgem, ansiava pela vida, seu corpo lutou intensamente contra a leis da natureza e rejuvenesceu-se rapidamente. Tomou a forma perfeita, o homem ideal e partiu a procura da doce jovem.

Ao encontra-la, pasmado com tamanha beleza, sentiu o seu gélido e fraco coração a bater novamente, decidiu em momentos que seria com esta bela jovem quem iria reinar ao seu lado na longa noite, que ainda era uma criança.

Decidiu tornar a ingénua rapariga em sua rainha, sua mais pura rainha, torná-la numa criatura igual a si, para que passem a eternidade lado a lado, juntos para todo o sempre.

Passaram apenas algumas fracções de segundos desde que o vampiro deu-se conta da beleza inigualável da jovem, sem hesitar mais um segundo, aproximou-se da bela dama e encantou-a com o seu charme e poder de sedução. Seus olhos brilharam como nunca dantes.

Por momentos ambos ficaram petrificados, ambos não se mexeram nem disseram uma palavra. Não foi preciso, os seus olhos denunciavam-nos. O poder do vampiro sugou toda e qualquer possibilidade de resistência da jovem moça, estava enfeitiçada.

Durante toda a noite não se ouviu uma palavra, um único suspiro, nada. O poder da mente fazia com que o vampiro e a doce dama comunicassem. Os seus pensamentos eram lidos mutuamente e nada mais era preciso. Os corações interligavam-se e o vampiro encontrava na jovem tudo que faltava em si, era como se completassem- se.

O gélido coração dele aquecia com o calor do bater do coração dela. A metade que faltava no mundo dela, estava precisamente à sua frente, o mundo com que ela sempre sonhou, a perfeição, a imortalidade, tudo, tudo o que sempre quis. Porém a jovem moça não fazia ideia do que lhe esperava.

O tempo ia passando e a noite chegara ao fim, o vampiro invicto com a sua rainha ao seu lado não tardou em tomar a decisão porque tanto esperara, naquela que tinha sido a mais longa noite da sua interminável vida após a morte. Mas chegou o momento, a hora de fazer da jovem sua rainha, sua mulher, sua propriedade!

Aproximou-se lentamente da donzela, e com suaves toques nos lábios, que não chegavam a ser beijos, o encostar da sua face na dela fez com que suas presas crescessem, e lentamente cravou-as no pescoço da sua amada.

Aquele sangue puro correu pelas suas veias como nunca nenhum outro havia corrido, fulminou-o com as mais diferenciadas sensações de maneira com que o vampiro não se conseguisse sequer mexer. Estava parado e não conseguia parar de beber. A certo ponto a doce jovem desfalece nos braços do seu mutilador. “Fecha os olhos e nasce para o teu Rei” disse o vampiro enquanto limpava as gotas de sangue que ficou no pescoço da jovem.

Já era quase dia quando finalmente a límpida menina finalmente acordou, levantou-se e lentamente juntou-se ao seu rei.

Juntos desapareceram da luz do sol, esperando por mais um dia até o fim, o dia do juízo final, onde serão finalmente livres, onde juntos dominarão o seu mundo, o nosso mundo, a nossa realidade.


Por Mim & Marius ^^ sim, porque se não fosses tu, isto jamais seria escrito..

Tuesday, 29 July 2008

Quem és?


Oiço passos.. Quem está ai?! Sinto-te perto mas não te vejo! Sinto um enorme arrepio ao aproximares-te! Pára! Não venhas mais! O que se passa comigo?? Que tens tu que me fazes ficar assim? Que me deixas cheia de medo, terror, agonia! Afaste-te de mim.. Já não tenho a certeza se te quero ver! Já senti isto tudo uma vez, e não gostei do que vi! Ao olhar nos olhos do passado o meu coração foi petrificado! Não sei se quero e posso voltar ao que era dantes! Não sei se sei voltar a não sentir! Não sei se quero! Ou melhor.. Sei! Não quero! Voltei a viver.. Voltei a sentir.. Um anjo fez-me sentir viva.. O meu anjo fez-me voltar a amar.. Mas chegou a hora do adeus, e uma vez mais fiquei sozinha, ainda não tinha tido tempo para criar asas e voar para longe com o meu anjo.. Agora, agora é tarde demais.. Estou novamente sozinha, e não quero voltar a cair fundo! Não quero ficar sem coração e ser novamente a rocha que fui durante tanto tempo! Já cumpri a minha pena! A que me foi dada por amar, por amar e ser amada.. Já tive o que mereci! Já chega! Vai-te embora! Não te posso ver mais! Não te quero ver mais! Desaparece Passado! Apagar-te-ei de uma vez.. Porei um final na mais triste historia de amor, vida, paixão, condeno, com apenas um suspiro! É o que basta para fechar o livro.. O livro da vida, onde tu Passado, interferiste tantas e tantas vezes, onde alteraste o meu presente e o meu futuro com base no medo que trazias contigo! Com base nas mentiras que me contaste e na ilusão em que me deixaste viver! Vai-te Embora! Desaparece Passado! Apaga-te do meu livro! Apaga-te da minha memória!!!!!!!!!!!

Saturday, 12 July 2008

Thursday, 26 June 2008

aaah e tal ^^

É incrível o que as pessoas fazem para receber atenção! Procuram sinais de si na vida dos outros e não conseguem sobreviver sabendo que estão mortas e enterradas (BEM FUNDO) para alguns... É triste... Mas pronto... A capacidade de aceitação da realidade desse tipo de "gente" é bastante reduzida e a ingenuidade é tanta que a certo ponto já se torna ignorância... Toda a gente tem o direito de se "auto-idolatrar" mas FODA-SE! O mundo não gira em torno do humbigo duma só pessoa porra... Existe a merda dum mundo lá fora, cresçam por favor!! Em relação ao conteúdo do "BLOG" refiro uma vez mais:

O meu espaço não foi feito para ser do agrado de todos! É que nem sequer foi feito com o propósito de agradar alguém que não eu própria! Se não gostam, se não acham piada, se não vos interessa, epa Alt+F4 também serve para fechar a janela do explorador!


E uma vez mais... Como costumo dizer... Não tentes conhecer-me, porque jamais o conseguirás! ^^

Tuesday, 24 June 2008

Annabel Lee

It was many and many a year ago,
In a kingdom by the sea,
That a maiden there lived whom you may know
By the name of ANNABEL LEE;
And this maiden she lived with no other thought
Than to love and be loved by me.

I was a child and she was a child,
In this kingdom by the sea;
But we loved with a love that was more than love-
I and my Annabel Lee;
With a love that the winged seraphs of heaven
Coveted her and me.

And this was the reason that, long ago,
In this kingdom by the sea,
A wind blew out of a cloud, chilling
My beautiful Annabel Lee;
So that her highborn kinsman came
And bore her away from me,
To shut her up in a sepulchre
In this kingdom by the sea.

The angels, not half so happy in heaven,
Went envying her and me-
Yes!- that was the reason (as all men know,
In this kingdom by the sea)
That the wind came out of the cloud by night,
Chilling and killing my Annabel Lee.

But our love it was stronger by far than the love
Of those who were older than we-
Of many far wiser than we-
And neither the angels in heaven above,
Nor the demons down under the sea,
Can ever dissever my soul from the soul
Of the beautiful Annabel Lee.

For the moon never beams without bringing me dreams
Of the beautiful Annabel Lee;
And the stars never rise but I feel the bright eyes
Of the beautiful Annabel Lee;
And so, all the night-tide, I lie down by the side
Of my darling- my darling- my life and my bride,
In the sepulchre there by the sea,
In her tomb by the sounding sea.

Edgar Allan Poe



Sem palavras... ^^

Para as almas que teimam em vir cá..

Bem maltinha... Lamento desapontar-vos mas a vossa opinião não conta para nada ^^ Não vos peço para vir cá ler, e se vêm é porque têm algum interesse! Sei perfeitamente quem anda por aqui e não estou minimamente preocupada! Não gostam? Têm ali no canto superior direito um botão vermelho com um X... Façam uso dele ^^

A minha vida é o que eu faço dela! Se não gostas, azar... Não sou paga para agradar os outros x'D

Enfim...

E tenho dito ^^

ps. Continuem a vir cá, cada visita vossa aumenta o meu contador ^^

Sunday, 22 June 2008

.l.

Quero ir ao WGT 2009

)'=


You are Judgement


Happiness, Content, Joy.


Judgment is related to the Hebrew letter Shin, which is fiery and spiritual. A break from the past, going forward.


With Fire as its ruling element, Judgement is about rebirth or ressurection. The idea of Judgement day is that the dead rise, their sins are forgiven, and they move onto heaven. The Judgement card is similar, it asks the resurrection to summon the past, forgive it, and let it go. There are wounds from the past that we never let heal, sins we've committed that we refuse to forgive, bad habits we haven't the courage to lose. Judgement advises us to finally face these, recognize that the past is past, and put them to rest, absolutely and irrevocably. This is also a card of healing, quite literally from an accident or illness, as well as a card signaling great transformation, renewal, change.


What Tarot Card are You?
Take the Test to Find Out.

Amo-te..

Aproximo-me do teu ouvido e digo sussurrando: Amo-te... Sinto o toque das tuas mãos em mim... É tudo tão perfeito... Ter-te ao meu lado novamente... Finalmente... Sinto-me feliz... Tu fazes-me feliz... O calor do teu corpo aquece-me nas gélidas noites que passo ao teu lado e o teu amor mantém-me sã, consciente de que a cada caricia, cada toque, cada suspiro, cada palavra é tudo, tudo nosso e que sem ti não sou nada... E tu sem mim não és ninguém... Amo-te a cima de tudo... Teus olhos brilham a cada vez que esta palavra sai da minha boca... Passamos tanto tempo privados deste amor mas agora a espera acabou, eu estou contigo e tu estás ao meu lado... Que mais quero?? Finalmente sou feliz do lado do homem da minha vida... Ao lado de quem mais amei... Ao lado do meu príncipe e vivo no meu mundo, no meu conto de fadas, na minha, na nossa realidade... Amo-te até não conseguir dizer... Amo-te porque me-és tudo... Amo-te porque és tu mesmo... Amo-te porque és meu... Amo-te porque te amo e não devo explicações a ninguém... Amo-te a ti e só a ti...

Friday, 20 June 2008

kin sandman

Some fruit
A few violet viols all for you
Waiting for the airoplane
To touch down someday

Very soon
I am to abandon
My playground
Very soon
I'll kiss you again

Very soon
I am to bomb my solitude
Very soon
I will return to you

Gave me every color of the riversand
(sandman)
Told me everything i had to know
(i will return to you)
Let me hear the music of the wonderland
(sandman)
But now i really have to go

Gave me every moment of the silent night
(sandman)
Told me where the roses where to grow
(i will return to you)
Let me feel the glory from the golden light
But now i really have to go

Souvenirs
A bluefish in a bowl
All for you
Waiting for the boat
To reach harbour someday

Very soon
I am to abandon
My playground
Very soon
I'll kiss you again

Very soon
I am to bomb my solitude
Very soon
I will return to you

Gave me every color of the riversand
(sandman)
Told me everything i had to know
(i will return to you)
Let me hear the music of the wonderland
(sandman)
But now i really have to go

Gave me every moment of the silent night
(sandman)
Told me where the roses where to grow
(i will return to you)
Let me feel the glory from the golden light
But now i really have to go

I really have to go

Fly me home 3x
Yeah yeah yeah

Gave me every moment of the silent night
(sandman)
Told me where the roses where to grow
(i will return to you)
Let me feel the glory from the golden light
But now i really have to go

I will return to you

Thursday, 19 June 2008

Noite...

A meio da noite acordo como se sentisse o teu toque. A sensação das tuas mãos a tocarem-me perseguem-me. A vontade de te sentir aumenta a medida que a noite avança. O brilho dos teus olhos ilumina a minha mente e aquece o meu coração, a vontade de te ter invade meu peito e faz-me desejar-te incondicionalmente. O teu calor aquece o meu coração mantendo-o novamente vivo, livre, feliz. Adormeço com a tua face na minha cabeça, o meu subconsciente teima em ver-te a cada fechar de olhos trazendo-te a cada segundo novamente à minha cabeça e uma vez mais sinto-te, vejo-te, desejo como se já não houvesse amanhecer. Como se o mundo acabasse dali a 5 minutos.

Dou por mim a dar voltas e voltas na cama. Procuro por ti, mas não estás lá. Não encontro sinal teu. O teu cheiro continua na minha almofada. O calor do teu amor e o toque das tuas mãos tudo continua gravado em mim. Procuro-te novamente, entre lençóis, recordações e lembrança. Deixo escapar um suspiro desesperado. Sinto que estás ao meu lado, mas não te posso tocar, estás aqui, dentro de mim, no meu coração eternamente.

Já é dia. Depois duma noite atormentada pelo espírito dum amor eternamente vivo. Condenado a viver em função da sua outra metade. Da tua metade. Acordo sobressaltada. Olho para o lado e vejo que felizmente tudo não passou dum sonho. Continuas ao meu lado, com teus olhos fechados e serenos a dormir. Descansando profundamente. Vejo-te tão calmo, tão puro, tão tu. Tão o Carlos, o Meu Carlos. O Carlos que eu amei, que amo e que irei para sempre amar. Sinto-me aliviada. Sinto-me feliz por te ter e agora, não deixar-te-ei ir, não outra vez.

Jamais.

Não o permitirei.
Porque mereço-te e tu a mim.


A felicidade, o amor, o desejo, o prazer, a alegria, tudo, merecemos viver!

Sim, a vida...

Merecemos viver, respirar, sentir-mo-nos livres, e ao teu lado, sou livre e agora mais que nunca, feliz.

Tuesday, 17 June 2008

apeteceu-me..

look at my eyes
and tell me what you see
view the hope that born again
and now's back to me

forever yours
forever mine
for the eternity
forever shine

apeteceu-me assim do nada.. LOL xDD

Monday, 16 June 2008

Nascimento..

Olhos cintilantes.. Sorriso inocente.. Nasceu a pequenina esperança dentro do coração de cada um de nós.. Fruto dum amor capaz de mudar o mundo.. Alterar-se a si mesmo.. Resistir ao tempo.. E superar obstáculos.. Os mesmos obstáculos opostos pela vida, mas insignificantes comparados ao sentimento que fez renascer a pequena esperança.. Agora só tens de crescer.. Acredita em ti e liberta-te! Voa faz de ti mulher nos braços do teu homem, sente-te segura e atira-te de braços abertos para o teu futuro! Lê nas pegadas do destino os passos a dar e guia-te pelo coração! Voa bem alto sem receio de cair, porque desta vez, desta vez sim, reinarás como sempre desejaste!

Serás rainha ao lado do teu rei e juntos,
governarão terras de prosperidade e alegria, nos braços do amor..

Sunday, 15 June 2008

Para ti ...

Depois de tanto parece que o nosso livro terá uma continuação ... O mesmo livro que tem sido escrito durante tanto tempo com letras de sangue ... Do nosso sangue ... Parece finalmente acabar como num conto de fadas ... O nosso próprio conto de fadas ... Como aqueles que sonhamos enquanto crianças ... O príncipe, a princesa, a torre alta, a bruxa má ... Temos por fim direito a tudo ... A sonhar, a sermos felizes ... A estarmos juntos ... Tanta dor, tanta mágoa ... Tantas lágrimas ... Lágrimas profundas ... Suspiros dolorosos ... Duas almas entregues uma a outra desde e até ao eterno sempre ... O nosso sempre ... A nossa história de amor ... Finalmente ... Juntos ... No nosso mundo ... Onde só existimos nós os dois ... Onde um completa o outro ... Fazendo de cada um, o ser mais perfeito, o ser mais amado de todo o resto ... A partir de agora ... Nas folhas desse livro serão escritas as mais belas frases ... Os mais belos desejos de dois corpos ... A mais bela história de amor ...

A nossa história ...

O nosso "Felizes para sempre"...

Thursday, 12 June 2008

Tuesday, 10 June 2008

hum..






What kind of goth are you? [Victorian, Romantic, Old School, Deathrocker, Poser, Cyber, Gothic Rocker, Medieval]
created with QuizFarm.com
You scored as Romantic Goth

You're romantic, sensitive and beautiful. Maybe you're depressed, but that isn't the reason you love black roses and cemeteries, you just think they're beautiful. Dark poetry and ethereal music create a perfect atmosphere.


Romantic Goth


100%

Victorian Goth


85%

Gothic Rocker


83%

Medieval Goth


75%

Deathrocker


73%

Old School Goth


70%

Cyber Goth


60%

Poser


28%


Saturday, 10 May 2008

help...

preciso de ajuda pessoal.. tenho de fazer um projecto final de curso (master de windows) que consiste na planificação de todos os módulos num projecto para apresentação no final do ano mas não tenho ideias nenhumas... a ideia inicial era fazer sobre o call of dark (que morreu oficialmente esta semana.. a estupides ferrada e a incompetencia de certas pessoas incapacitaram o trabalho no mesmo projecto..) preciso de ideias.. nao tenho cabeça pra nada --'


AJUDEM PF



p.s ja agora agradeço as 6 mil visitas *.*

Wednesday, 30 April 2008

Oficialmente..

Passei da fase do "estou a passos de congelar" para a afirmação do "congelei mesmo".

Hoje tive essa prova.. Ao falar contigo não tive reacção.

Sabes porque?

Porque já não faz (es) sentido!



Finalmente, as portas da minha felicidade parecem estar cada vez mais perto de mim.
A ferida vai fechar definitivamente.
Mas a cicatriz ficará eternamente.



Blá Blá Blá...

Saturday, 26 April 2008

Quem sou eu?

Sou uma criança presa num corpo de mulher... Continuo a sonhar com o dia que serei feliz embora tenha desistido de acreditar nesses mesmos sonhos.. Contradigo-me muitas vezes.. Continuo a sonhar voando mesmo não quando acredito que sonhos não têm asas..

Tenho o dom de afastar pessoas com apenas um olhar, sou egoísta, antipática e muito anti-social..

Acredito que quem escreve o "livro da vida" somos nós, e por isso podemos acrescentar detalhes e desenhar a nossa sorte consoante a nossa vontade de lutar..

Procuro alguém perfeito embora saiba que essa pessoa não existe.. E falo em vontade de lutar quando eu mesma já desisti de o fazer a muito tempo..

Sou o que sou, nao o que querem que eu seja.. Vejo a realidade com outros olhos e vivo no meu proprio mundo.. Onde só vivem que me-é especial e sobretudo que mora no meu coração...

Não tentes perceber-me porque jamais conseguirás.. Nem mesmo eu, depois de tantos anos o consegui..

Sou mais uma das muitas pessoas que continuam presas ao passado pela dor de um erro.. Erro pelo qual ainda choro.. Erro pelo qual aina não te esqueci...

Estou a passos de congelar sentimentos que tornavam-me fraca.. Falta muito pouco para ser como sempre sonhei.. Controlar sentimentos, não depender do amor.. Apesar de sentir que sem coração fico reduzida a um cadáver vagueante pelas ruas deste mundo, no meu mundo, sou apenas um ser de qual a existem é perfeita...

Mas continuo a arriscar... Sinto que ainda não é hora de congelar completamente.. Ainda acredito no amor.. Ainda espero por ele.. Procuro um amor verdadeiro.. Sem mentiras e sincero.. Puro e livre.. Só procuro a felicidade.. No seu estado atómico.. Só te procuro a ti..


A ti.. Amor impossível...


I'm the Demeter of The Tormented

Slipping amongst the shadows, flitting between dark places, always quiet.

A soul in torment and tumult - hell of their own making!


video


Nightwish no Coliseu dos Recreios a 19/04/08

Bem.. Devo dizer que foi uma noite memorável, porém não pelo concerto apenas, mas pelo seu todo.. Começou tudo muito bem.. Os Pain começaram muito bem e devo dizer que para mim, esta actuação foi o ponto forte do concerto em si. Com Jukka na bateria, Marco na guitarra-baixo, Emppu na guitarra electrica, Toumas nas teclas e Anette nos vocais, os Nightwish cantam na última canção da banda introdutória "Shut Your Mouth".

(Qual é a mulher que vai dar um concerto daqueles com saia aos folhos aos corações e all stars cor-de-rosa? não percebo isto :S)

Confesso que vibrei ao som de Nemo, Dark Chest Of Wonders e I Wish I Had An Angel ... Mas enfim.. Nightwish não é só a vocalista.. --'

Segundo muitos, esta foi a melhor actuação da banda em palcos portugueses.. Devia ter ido enquanto era ainda a tarja :S enfim.....

Com a casa cheia, quase não se podia mexer na platéia em pé a frente do palco (LOL pois.. também onde te foste enfiar .. --' )

A Set List do concerto foi a seguinte:

1.Bye Bye beautiful
2.Dark Chest of Wonders
3.Who Ever Brings the night
4.The Siren
5.Amaranth
6.The Islander
7.The Poet and The Pendulum
8.Dead to The World
9.While Your Lips are Still Red
10.Sahara
11.Nemo
12.7 Days to the Wolves
13.Wishmaster
14.I wish i had an angel

Digamos que sim, foi bom e aproveitou-se.. Melhor, só mesmo com a Tarja ...




P.S. Peço desculpa pela demora do post.. Tantas coisas se passam.. Tudo ao mesmo tempo..


P.P.S Fotos disponíveis em : RockAndNews

Wednesday, 23 April 2008

NIGHTWISH - COLISEU 19/04

amanha juro que venho fazer o post sobre o concerto.. peço desculpa.. mas nao tenho mesmo tido tempo.. =X

Um ano...

Depois de um ano tudo continua na mesma... Um ano de sofrimento por ti... Uma historia escrita no nosso corpo... Depois de tantas lágrimas, de tanta dor... Jamais te esquecerei... Mas também nunca te irei perdoar... Não te quero já... Ambos sabemos disso.. Seguiste tu o teu caminho.. Agora é a minha vez.. Embora sozinha, vou continuar... Vou sorrir... Apesar de ainda sangrar por dentro...



Jamais te esquecerei...

23/04/07 - 28/10/07

Tuesday, 15 April 2008

Vendo bilhete para Nightwish

Já não se vende nada.. A hipótese foi re-considerada e afinal vou ao concerto..
Peço desculpa e aproveito pra mandar a gentinha que me andou a mandar mensagens sem sentido pro crl !

( ... )


Concerto agendado para dia 19 de Abril no Coliseu dos Recreios em Lisboa.

20 € ....

Interessados favor contactar....

91*******

Monday, 31 March 2008

O que é, afinal, ser gótico?

Há tempos perguntaram-me qual era a finalidade do "gótico" (para os que conhecem bem a cultura acabam por concordar que o "gótico" não existe. É apenas um rótulo dado à uma filosofia de vida) e isso pos-me a pensar seriamente para que sítio devia mandar essa alma que me fez essa pergunta, mas em vez disso, reflecti e pronto.. Saiu uma versão minha sobre o que é efectivamente o "gótico" e qual é a sua "finalidade" e etc...

Cada pessoa integra uma determinada cultura, independentemente da sua raça, religião ou simples vontade. Dentro das muitas culturas existentes podemos encontrar uma que apesar de ser muito antiga (data do anos 60/80) parece só agora ser abordada por uma certa "massa" da população, embora muitas, mas muitas vezes de uma maneira completamente errada.

Muitas são as perguntas à volta de cada cultura, e esta não seria um caso à parte como se era de esperar...

Agora perguntam-se: Mas qual é a finalidade de ser-se gótico? E eu respondo: Não existe finalidade nenhuma! Ser-se gótico é encontrar dentro de cada um a sua verdadeira essencia, é ser cada um, é sermos "nós próprios". Um verdadeiro gótico não procura, por exemplo, imaginar uma pessoa morta numa fotografia duma possa de sangue... Apenas vê arte e beleza onde a olhos de muito não passa de uma figura sinistra e horripilante...

Eu pessoalmente acho engraçado às pessoas que insistem que o "gótico" está estritamente ligado à morte, à depressão e à dor, o que é uma mais uma prova da ignorância da sociedade actual.

O gótico não se limita a essa figura "triste e má" que muitos têm do estilo... Representa sobretudo a arte... A
arquitetura... Enfim.. A arte sob todas as suas mais diversas artes... Está ligado à morte tanto quanto à vida... É uma mistura de ligações ao passado... À musica.. À arte... É sempre a mesma historia.. E dentro desses subtemas é que a realidade de hoje em dia se desenvolve..!

Apesar do estilo estar associado ao esteriotipo de botas plataformas, roupas pretas e muito simbolismo, um verdadeiro gótico não se define pelo exterior. O visual é secundário e muitas vezes condicionado pela sociedade como todos sabemos... No entanto há quem enquadre pessoas na cultura somente pela forma de vestir, rotulando tudo e todos como o mesmo "produto". O que obviamente está errado pois a verdadeira "alma gótica" não está visivel a olho nú.

A sociedade auto-intitula qualquer pessoa vestido de preto ou simplesmente com os notórios piercings de superfície e algumas correntes ou até mesmo com simples botas militares de "góticos" ou outra qualquer subcultura ou estilo alternativo. O facto de actualmente o número de posers e pseudos-não-sei-o-que estarem a aumentar drásticamente deve-se à essa atitude perante cada estilo e cada forma de ser, desconhecendo os motivos, origens ou até mesmo princípios dos mesmos.

Há que se diferenciar o estilo de uma pessoa com a cultura em que essa mesma se insere. Muito boa gente pensa que neste contexto, cultura e estilo são sinónimos, mas efectivamente não o são. A cultura refere-se ao contexto histórico, filósofo e "pessoal" do intitulado grupo... No caso dos góticos, a cultura ao fim ao cabo refere-se à idade medieval e ao que a mesma representa na vida de cada um ou ao simples significado histórico aprofundado no cotidiano das pessoas. O dito "estilo" terá provavelmente haver com a estética em si, o caso do visual.

Há quem afirme que os verdadeiros "góticos" acabaram nos anos 80 mas também há quem insista que ainda hoje existam também góticos e não apenas pseudos(1).

Na minha opinião a essencia da cultura não ficou perdida no tempo e continua connosco até os dias de hoje, porém não é facíl encontrar a dita verdadeira "alma gótica" pois o mundo infelizmente está infestado por wanna be's e afins...

E mais uma vez acabo o post com a minha frase muuuuuuito gira que eu gosto muuuuito Very Happy:

"Acho que falei muito mas acabei por não dizer nada " XD




(1) Pseudo: pessoa que afirma ser algo mas que não sabe peva do assunto.
(pronto.. lá tinha de vir a sarah com as suas ideias parvas para tentar fazer as pessoas rirem depois de algum tempo de seca a ler as suas ideia parvas LOL um pequeno aparte meu loool)

Tuesday, 18 March 2008

Why?

Why did I belive in you?
Why did I gived you my heart?
Now it's too late...
Now I can't go back...

Why did I belive?
Why did I give you my heart?
Now it's time to go on...
Now I just want to ferget...


Someday I'll be fine...
Someday you'll smile again...
Someday we'll be happy...
But now I know it sounds straing...

I promisse you...
We will be fine...
Belive in me...
Trust in time...

Give a chance to yourself...
Give a chance to you heart...

Sunday, 16 March 2008

10 motivos para não gostar dos tokio hotel

Ora bem 10 motivos para pararem de melgar o pessoal que gosta realmente de música.

1. A música não é boa só porque se vende muito.

2. A maioria destes meninos e meninas que vem dizer que tokio hotel são os melhores provavelmente estão naquela idade em que "comem tudo o que lhes é dado" (e que quero acreditar que sim caso contrario é grave).

3. A durabilidade destas bandas é limitada até aparecer outra com menos qualidade (e estou sempre a ser surpreendido).

4. Só querem ganhar dinheiro à vossa pala e rirem-se dos tótós que lhes imitam os penteados porque gosto pela música 0.

5. Isto de ouvir bandas só porque o gajo é bonito não só é ridículo como fútil. Primeiro ouve-se a música e depois aprecia-se a aparência e elas iludem.

6. O pessoal deste fórum (aqueles que gostam realmente de música) está farto de levar cm os vossos artigos a dizer que o vocalista é bonito que o vocalista é espectacular que o vocalista tenm uma verruga no cú bla bla...

7. Não tenho nada contra quem ouve tokio hotel ouçam mas sem dar nas vistas; ninguém quer saber.

8. Provavelmente quem ouve os Tokio Hotel e os adora vai ficar muito revoltado pela minha falta de sensibilidade por odiar uma banda tão boa. E eu respondo eu odeio-vos por ouvirem uma banda tao ridícula e se acharem os maiores.

9. Acho que já chega de provincianismo por parte da juventude portuguesa sempre que aparece um cromo com um penteado novo com uma guitarra nas unhas e a cantar pronto é a melhor banda de sempre e corre tudo para a Fnac em histerismo comprar o novo cd. Um ano ou dois mais tarde já ninguém se lembra deles (deixo bem claro que um ano ou dois é uma forma de dizer pode ser mais pode ser menos). É uma questão de tempo até a MTV encontrar outro cromo qualquer.

10 Quando atingirem a idade de saberem o que querem vão se rir de voces próprios por terem ouvido esta pseudo banda.

Argumentos retirados de: Blitz



Concordo com todas as palavras
desta alma inteligente ^^


Amanhã há-de ser lindo os milhões de fotografias tiradas no concerto de hoje a correr pelo hi5 e tretas do género... Enfim... Salve-se quem puder.. Chegamos ao fim dos tempos..