Thursday, 24 December 2009

É incrivel como tenho a capacidade de mudar de humor em minutos. Tão alegre que passei o dia e agora, quase a meia noite, sinto-me completamente perdida... Como se algo me estivesse a sufocar... Não consigo pensar em mais nada... Não resta muito de toda a protecção que pensava ter criado em volta de mim mesma... E agora? Que faço?

Estou ansiosa pela passagem de ano... Talvez possa voltar a ver-te...

Monday, 21 December 2009

(Data do post alterado de 21/12/2008... O sentimento de falta, é o mesmo...)

Vou fechar os olhos por um instante para sonhar com o tempo que já vai longe. Sonhar com os meus dias de infância em que era feliz e não sabia. Que tinha o luxo de poder sonhar com o príncipe no cavalo branco e a princesa presa na torre alta. Que podia viver na lua, sem ter medo de cair a terra. Quando podia sorrir sem ter medo de chorar a seguir. Quero ser novamente aquela menina ingénua que a tantos anos atrás viver sem ter medo do amanhã. Quero gritar sem me importar com quem me está a ouvir! Quero correr sem me importar com quem está a minha frente ou ficou para trás de mim. Mas infelizmente isto tudo é só mais um sonho do qual tenho de acordar. Por muito que queira, o tempo não volta atrás. O relógio d'alma só corre numa direcção. E esse, nunca se avaria. Este natal quero sentir a mesma alegria de a tantos anos atrás. A euforia de abrir os presentes a meia noite. O calor da família toda junta na sala a contar histórias da vida dos mais velhos. Aquele friozinho na barriga de pensar se o que me deram, era de facto o que eu queria. Quero ver os olhos dos demais comigo ali presentes a brilharem quando entregar os meus presentes a eles. Quero fazer pessoas felizes. Quero ser novamente aquela menina ingénua que a tanto tempo atrás viveu sem ter medo do amanhã.

Boas festas a todos os que passarem por cá ^^ Que o Pai Natal vos traga muitas prendinhas e que o espírito de natal nasca em todos os vossos corações!

Friday, 18 December 2009

Dói-me a cabeça... Vou enfiar-me na cama... Isto anda mal...
Dói-me a cabeça... Vou enfiar-me na cama... Isto anda mal...

Monday, 7 December 2009

E se eu cotinuar a sonhar? Se continuar a viver nesse mundo criado na minha imaginação? Será que serei mais feliz? Ou só irá piorar a dor quando me aperceber realmente de que nunca o poderei viver na realidade? Estou confusa.. Sinto-me só mas não tenho votade de estar com ninguém.. Que faço? :\

Thursday, 3 December 2009

Sinto um aperto na garganta quando penso em abandonar o meu poiso por entre as linhas da tua história. Por entre as linhas da minha imaginação. Onde finalmente posso sonhar com algo que tenho a absoluta certeza que jamais irá acontecer. Algo que não passa de fantasia mas no entanto deixa-me leve. Deixa-me sonhar. E é exactamente disso que eu sentia tanta falta. Deixo o meu pensamento voar até o outro lado do mundo. Repouso em lugares que jamais conhecerei, em lugares onde apenas o meu pensamento poderá conhecer...

É lindo poder sonhar com algo assim. É incrível poder sentir isto sem correr o mínimo risco de tropecar e bater com a cabeça. Sem ter ninguém que seja capaz de interferir na minha concentração. Onde o meu mundo perfeito existe. Um lugar onde ninguém me iria encontrar. Um lugar apenas meu. Onde apenas eu saberia com o que contar lá. Um lugar vindo meu meu subconsciente.

É, é isso. Retomar a rotina diária e deixar de sonhar mesmo que por breves instantes que sejam, é de cortar a respiração. É simplesmente um acto louco que faz de mim uma sonhadora nata, uma romântica incurável, uma criança presa num corpo de mulher, quiçá para sempre.

Vou voltar a abrigar-me nos sonhos das tuas letras, no mundo onde o impossível existe, onde eu queria existir. No mundo onde nada é impossível. No meu mundo de sonhos.. (ou será na terra perdida do peter pan? lol que falta de graça lol :facepalm:)

Adeus, e quiçá, até já...