Tuesday, 23 September 2008


Por detrás da tua cara bonita esconde-se a pior podridão que alguma vez vi... Os teus olhos enfeitiçam com apenas um relance e cegam com apenas um cruzar de olhares... A tua aparente ingenuidade conquista qualquer coração maltratado pelo tempo e massacrado pela dor... Mas depois depois de conseguires o que queres, deslaçaras a esperanças de quem já não te-é necessário. Apenas por um capricho atiras tudo a perder. Acabas com sonhos e expectativas.

Se o tempo recuasse e eu continuasse a saber de ti o que sei hoje, talvez a tua sorte e a minha seriam diferentes. Talvez esse teu rosto bonito não se instalaria de uma forma tão aniquilante em mim como o fez agora. Talvez isto não fosse assim. Talvez pudesse mostrar-te um pouco do ser insensível e áspero que me tornei enquanto não fui cega por ti, enquanto não cai na tentação do amor, enquanto não vivi por ti!!!!

Neste momento, sou como tu! Um cadáver que vagueia por ai! Um monte de carne podre sem sentido, sem rumo, sem destino. Mas jamais desistirei. Jamais voltarei atrás e JAMAIS abrirei mão do melhor de mim, de mim mesma, do meu ser, do meu eu!

Porque acima de ti, dele, dela e de todos, estou eu. Eu e só eu! Agora que aprendi isso, o mundo pagar-me-á caro por tudo até hoje.

Por tudo, por todos, e por ninguém!

2 comments:

The Whisperer said...

É verdade...

Mas acredita que seremos nós a vencer na vida!

.....

"Aprendes que com a mesma severidade com que julgas, tu serás em, algum momento, condenado."

William Shakespeare

Mistress said...

como compreendo o que dizes neste post...