Tuesday, 10 March 2009


Esta solidão consome-me. A vontade de desaparecer é cada vez maior. Sair a correr e deixar tudo para trás. Se cada lágrima que deixo escapar fosse uma parte de mim que voasse para longe, nunca mais me importaria de chorar. Se cada lágrima que deixo escorrer trouxesse de volta a sensação de estar segura, protegida, acompanhada pelo mundo, jamais impediria uma que fosse que sair. Jamais me sentiria presa nesta vida, neste labirinto, neste tormento. Se pudesse voar, estaria do outro lado do mundo. Se bem que não adiantaria de muito, as memórias perseguir-me-iam até ao fim. Quem me dera poder esquecer, poder apagar cada momento de dor, de amargura e até mesmo de felicidade que tive.

A felicidade é o cálice proibido, enquanto não o provar não sabes o que é, mas depois de descobrir, um golo já não basta porque a sede já aumentou.

É tão difícil livrares-te de algo que te persegue dia após dia, que está presente em cada pensamento, em cada lembrança, em cada olhar para o vazio da vida. Não quero mais acreditar nas pessoas, seja em quem for, não quero voltar a confiar, a dar a minha amizade. NÃO QUERO! Mas como "burro velho não aprende" lá vou eu dar mais algumas cabeçadas até aprender...

Até lá vou continuar... O mundo não pára e eu nada posso fazer em relação à isso... Sou só mais uma num mundo de milhares de milhões de pessoas. Só mais uma que não faz cá nada ( ... )

5 comments:

The Whisperer said...

És só uma no mundo e fazes cá falta às pessoas que realmente importam...

Vou fazer uma analogia meia estúpida (mas com sentido) acerca da confiança:

A confiança é como uma espada que empunhas para a luta.. agarras no punho com força por que acreditas que a consegues manusear. Se te escorrega na mão a lamina vai cortar-te.. mas põe um penso, acaba por curar por mais que doa e por mais profundo que seja.. se essa espada não te serve ignora-a.. e a próxima?! Nunca saberás se não a empunhares.. mas usa luvas bem grossas da próxima vez..

amiga virtual said...

Não penses assim!..Vá, ânimo!
temos capacidade para "estes embates" e outros q venham, só assim mostramos q somos humanas, os outros zombies, autómatos..
beijinhos

Fernandes said...

Bem..antes de mais nada quero agradecer pelo comentário que fizeste ..muito simpático da tua parte..gosteí, não custumo ter muitas pessoas a lerem o que escrevo (excepto o miranda)enfim...
Em relação a este teu desabafo..."acho" que sei o que sentes..até porque pode ser a mesma sensação que tambem sinto hoje em dia..e se não for andará por lá perto.
Há dias bons e dias menos bons..pelo menos gosto de pensar assim... actualmente não passo fome..tenho roupa lavada..um sitio onde dormir...poucas pessoas a quem importo(se não o for tambem não importa.. porque para desgraças já chegam as que vejo na televisão e no espelho ...um reflexo de alguem...enfim...
Acho que sempre podemos fazer algo de diferente neste mundo..seja sozinhos ou acompanhados...não interessa...quando estamos lá mesmo em baixo..falamos com alguém...aquele alguém que nos ouve..que nos ESCUTA..um alguem que tem uma palavra de carinho para dar..um outro alguém que nos dá uns safanões quando fazemos asneiras...não importa..mesmo se tivermos sozinhos...não importa rapariga...talvez esteja a ser um pouco egoísta e frio também...mas há que saber desenrascar..sairmos desse tal labirinto...nem que seja através de uma musica...um livro....um filme...pode até ser uma lembrança boa..enfim...temos de saber sempre o que somos e o que podemos ser..os nossos limites..esses ninguém os pode conhecer..até porque estamos sempre a surpreender-nos a toda a hora a nós próprios...aprendemos a ser fortes..a ser duros na queda...a sentir que venha o que vier..não nos irá mandar abaixo..muito pelo contrário...aquela força que nos eleva a qualquer situação..que nos faz sentir uns deuses na nossa humilde e reles mortalidade...sou apenas um rapaz normal..(ACHO EU..mas depende tambem do conceito de normalidade das outras pessoas xD)...sei que sou muito novinho..talvez seja ainda uma pequena amostra de gente.."ainda muita cabeçada pela frente"..mas faz parte...gosto de pensar que num mundo com tanta gente ...me sinto sozinhom é verdade..MAS..quem sabe o futuro não me reservará alguem melhor?? Por isso todos os dias espero...procuro...vasculho...nada.Sinto-me desanimado..sim...MAS...há que continuar...nem que seja por ouvir uma música...uma mísera palavra que nos pode dar quase tudo..ou aquele beijo especial que queremos que aconteça com uma pessoas especial...enfim... deskulpa lá kualker koisa...não foi de propósito ..quando me meto a escrever eskeço-me do tempo...mais uma vez obrigado...fica bem.

PURO OSSO 1985 said...

Bom eu concordo com o que escreveste, até porque as vezes me sinto assim tb.
Meu familiares acham que sou louco ou algo desse tipo por ser gótico, eles dizem que não sou normal.
Aí eu pergunto o que é ser normal?
Ser normal é ser igual a todo mundo, se deixar ser rotulado pela sociedade.

Bom quanto ao seu blog está ótimo, se continuar escrevendo assim serei obrigado a visita - lo todos os dias e deixar - te comentários.

AnjoNegro_Goth said...

A solidão por vezes pode ser considerado um punhal que nos penetra cada vez mais fundo, mas com esse punhal todos os nossos últimos suspiros serão mais felizes.